Blog do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade INESUL
Domingo, 16 de Outubro de 2011
Brasil quer 15 doadores de órgãos para cada 1 milhão de pessoas até 2015

Da agência Brasil  (folha equilíbrio e saúde)

O governo brasileiro pretende alcançar, até 2015, a taxa de 15 doadores de órgãos para cada 1 milhão de habitantes. Atualmente, o índice é 11,1 doadores para cada 1 milhão de pessoas, totalizando cerca de 2.000 doações por ano.

Na última terça-feira (27), Dia Nacional da Doação de Órgãos, foi lançada a campanha Seja um Doador de Órgãos, Seja um Doador de Vidas. O objetivo, de acordo com o Ministério da Saúde, é conscientizar os brasileiros sobre a importância da doação de órgãos para aumentar o número de transplantes no país.

Para o presidente da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos, Ben-Hur Ferraz-Neto, é possível alcançar a meta definida pela pasta, desde que as ações e os investimentos necessários sejam feitos de forma planejada e estruturada. Uma das iniciativas apoiadas pelo especialista é a capacitação de pessoas que trabalham na captação de órgãos.

"Elas vão conversar com os familiares, vão ser formadoras de opinião dentro de um hospital e do seu próprio bairro. Precisam ser pessoas preparadas para isso, que tenham respostas e passem a informação de forma detalhada e segura."

Outra sugestão é abordar o tema da doação de órgãos nas faculdades de saúde, incluindo o assunto em currículos de medicina, enfermagem e psicologia, por exemplo.

Ferraz-Neto destacou ainda a importância de esclarecer a população sobre o que é morte encefálica ou morte cerebral --situação em que os batimentos cardíacos são mantidos via aparelhos apenas para manter o fluxo sanguíneo em órgãos que podem ser doados.

"As pessoas precisam receber essa informação no dia a dia, conhecer o processo e passar a ter confiança antes de estar diante da situação de um parente morto e com o coração batendo. Naquele   momento de dor, é sempre mais difícil receber a informação, conseguir processá-la e deixar o medo para trás."

No Brasil, a doação de órgãos precisa ser autorizada pela família do doador --sem a necessidade de um documento assinado pela pessoa que morreu.

Em 2010, 1.896 órgãos foram doados. A projeção para este ano, segundo o ministério, é que o número passe para 2.144 --um aumento de 13%. Já estimativa de transplantes para 2011 é 23 mil, contra 21.040 em 2010.
Do total de transplantes no país, 95% são feitos por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), de forma gratuita. O número de pessoas aguardando um órgão atualmente chega a 36 mil.



publicado por INESUL às 02:18
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Enfermagem lança o Mascot...

Enfermagem realiza atendi...

Enfermagem realiza atendi...

V Jornada da Terciera no ...

Jornada da Enfermagem no ...

Feira do Empreendedorismo...

Abertura do VIII Simpósio...

Enfermagem realiza atendi...

Torneio de queimada Inter...

Jornada da Enfermagem no ...

arquivos

Outubro 2014

Setembro 2014

Maio 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

favoritos

S.T.A.R.T - Simples Trein...

Fazer olhinhos
blogs SAPO